Terça-feira, 16 de Junho de 2009

Carta de um Negro

Meu irmão branco,
Quando eu nasci, eu era negro,
Quando eu cresci, eu era negro,
Quando eu vou ao sol, eu sou negro,
Quando estou com frio, eu sou negro,
Quando estou com medo, eu sou negro,
Quando eu estou doente, eu sou negro,
Quando eu morrer, eu serei negro.

E você, Homem Branco?

Quando você nasceu, era rosa,
Quando você cresceu, era branco,
Quando você vai ao sol, fica vermelho,
Quando você sente frio, fica roxo,
Quando você está com medo, fica branco,
Quando você adoece, fica verde,
Quando você morrer, ficará cinza.

Depois de tudo isso, "Homem Branco", você ainda
tem o topete de me chamar de "Homem de Cor"?

 

 

M a r i z a  G u e r r e i r o

 


publicado por Maria Glaene às 10:40
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Hoje me dei conta

. Dormir para sonhar

. Floresça

. A serpente e o vaga-lume

. A Rocha no Caminho

. " O ferreiro "

. Caixinha de Deus

. SE

. A verdadeira amizade

. Felicidade

.arquivos

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fernando Pessoa

. A Corrente Da Felicidade

. Amiga Maldita

. Escolhe

. Eco da Vida

. Consertei o Mundo

. Milho Bom

. A piscina e a cruz

. Anos dourados...

. ***De todas as coisas que...

SAPO Blogs

.subscrever feeds