Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

A lição do bambu chinês

Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê  nada,  por aproximadamente 5 anos, exceto o lento desabrochar de um  diminuto broto, a partir do bulbo.

Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a  olho nu.

Mas, uma maciça e fibrosa estrutura de raiz, que se estende   vertical   e horizontalmente pela terra está sendo construída.

Então, no final do ano, o bambu chinês, cresce até atingir a altura de 25 metros.

Um escritor americano escreveu: Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao  bambu chinês:  você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode    para nutrir seu crescimento, e, às vezes não vê nada por semanas, meses, ou anos.

Mas, se tiver paciência para continuar trabalhando,  persistindo e nutrindo, o seu 5º  ano chegará, e, com ele, virão um crescimento e mudanças que   você jamais esperava...

O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos... especialmente no nosso  trabalho,   (que é sempre um grande projeto em nossas vidas).

É que devemos lembrar do bambu chinês, para não desistirmos  facilmente diante das dificuldades que surgirão.

Tenha sempre dois hábitos:  persistência e paciência, pois você merece alcançar todos os  sonhos!!!

É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo  tempo,  muita flexibilidade para se curvar ao chão

            A.D.

 


publicado por Maria Glaene às 01:42
link do post | comentar | favorito

O Aqui e o Agora

 

 

"O minuto que você está
 vivendo agora
 é o minuto mais importante
 de sua vida,
 onde quer que você esteja.
 Preste atenção ao que está fazendo.
 O ontem já lhe fugiu das mãos.
 O amanhã ainda não chegou.
 Viva o momento presente,
 porque dele depende todo
o seu futuro.

 Procure aproveitar ao máximo
 o momento que está vivendo,
 tirando todas as vantagens que puder,
para seu aperfeiçoamento".

 

 


publicado por Maria Glaene às 01:32
link do post | comentar | favorito

O Carpinteiro e a Casa

 

 

Um velho carpinteiro estava para se aposentar.
Contou a seu chefe os planos de largar o serviço de carpintaria e construção de casas, para viver uma vida mais calma com sua família.Claro que sentiria falta do pagamento mensal, mas necessitava da aposentadoria.O dono da empresa sentiu em saber que perderia um de seus melhores empregados e pediu a ele que construísse uma última casa como um favor especial.O carpinteiro consentiu mas, com o tempo, era fácil ver que seus pensamentos e seu coração não estavam no trabalho.
Ele não se empenhou no serviço e utilizou mão de obra e matéria prima de qualidade inferior.Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira.
Quando o carpinteiro terminou o trabalho, o construtor veio inspecionar a casa e entregou a chave da porta ao carpinteiro.
"Esta é a sua casa", ele disse, "meu presente para você." Que choque ! Que vergonha !
Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente diferente, não teria sido tão relaxado.
Agora iria morar numa casa feita de qualquer maneira.
Assim acontece conosco.
Construímos nossas vidas de maneira distraída, reagindo mais que agindo, desejando colocar menos do que o melhor.
Nos assuntos importantes não empenhamos nosso melhor esforço.
Então, em choque, olhamos para a situação que criamos e vemos que estamos morando na casa que construímos.
Se soubéssemos disso, teríamos feito diferente.
Pense em você como um carpinteiro.
Pense na sua casa.
Cada dia você martela um prego novo, coloca uma armação ou levanta uma parede.
Construa sabiamente, pois é a única vida que você construirá.
 

 


publicado por Maria Glaene às 01:25
link do post | comentar | favorito

Alma Gêmea

Um discípulo e seu mestre estavam sentados à sombra de uma figueira. O mestre perguntou ao discípulo :
- Que coisa o perturba, meu filho ?
- Ainda bem que perguntas, ó mestre.
Sinto que é chegado o momento de eu partir à procura de minha alma gêmea, aquela que haverá de ser minha parceira perfeita, a mais linda mulher do Universo.
O mestre disse :
- Assim seja, meu filho, mas lembra-te : quando tua busca terminar, volta aqui com ela.
- Sem dúvida, mestre. Decerto será assim.
Muitos anos depois, o discípulo regressou, sozinho e desanimado.
Quando se encontraram, o mestre o acolheu calorosamente e perguntou-lhe sobre a sua busca :
- Encontraste aquela que procuravas ?
- Sim, querido mestre, encontrei. Encontrei aquela com quem sonhava.
Era na verdade uma perfeição de sonho, era a mulher perfeita...
- Bem, filho, onde está ela ?
- Ah, mestre, que tristeza !
 Ela estava à procura do homem perfeito !!!
 

 


publicado por Maria Glaene às 01:14
link do post | comentar | favorito
Domingo, 26 de Julho de 2009

Consertei o Mundo

Um cientista muito preocupado com os problemas do mundo passava dias em seu laboratório, tentando encontrar meios de melhorá-los.

Certo dia, seu filho de 7 anos invadiu o seu santuário decidido a ajudá-lo. O cientista, nervoso pela interrupção, tentou fazer o filho

brincar em outro lugar. Vendo que seria impossível removê-lo, Procurou algo que pudesse distrair a criança. De repente, deparou-se com o mapa do mundo.

Estava ali o que procurava. Recortou o mapa em vários pedaços e, junto com um rolo de fita adesiva entregou ao filho dizendo:

- Você gosta de quebra-cabeça? Então vou lhe dar o mundo para consertar. Aqui está ele todo quebrado. Veja se consegue consertá-lo bem direitinho! Mas faça tudo sozinho!

Pelos seus cálculos, a criança levaria dias para recompor o mapa.

Passadas alguns minutos, ouviu o filho chamando-o calmamente.

A princípio, o pai não deu crédito às palavras do filho.

Seria impossível na sua idade conseguir recompor um mapa quem jamais havia visto.

Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações, certo de que veria um trabalho digno de uma criança. Para sua surpresa, o mapa estava completo. Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares.

Como seria possível? Como o menino havia sido capaz?

- Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu?

- Pai, eu não sabia como era o mundo, mas quando você tirou o papel do jornal para recortar, eu vi que do outro lado havia a figura de um homem.

Quando você me deu o mundo para consertar, eu tentei, mas não consegui.

Foi aí que me lembrei do homem, virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era. Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o mundo.!!!
 

Autor desconhecido
 

 


publicado por Maria Glaene às 22:56
link do post | comentar | favorito

o paradoxo do nosso tempo

 

 

Hoje temos edifícios mais altos, mas pavios mais curtos...

 

 

Temos auto-estradas mais largas, mas pontos de vista mais estreitos...

Gastamos mais, mas temos menos...

Compramos mais, mas desfrutamos menos...

Temos casas maiores e famílias menores...

Temos mais conhecimento e menos poder de julgamento... Temos mais medicina e menos saúde...

Hoje bebemos demais, fumamos demais, gastamos de forma excessiva, rimos de menos, dirigimos rápido demais, nos irritamos facilmente...

Ficamos acordados até tarde, acordamos cansados demais... Multiplicamos nossas posses, mas reduzimos nossos valores... Falamos demais, amamos raramente e odiamos com freqüência...

Aprendemos a ganhar a vida, mas não vivemos essa vida... Fazemos coisas maiores, mas não coisas melhores...

Limpamos o ar, mas poluímos a alma... Escrevemos mais, mas aprendemos menos...

Planejamos mais, mas realizamos menos... Aprendemos a correr contra o tempo, mas não a esperar com paciência... Temos maiores rendimentos, mas menos padrão moral... Temos avanços na quantidade, mas não na qualidade... Esses são tempos de refeições rápidas e digestão lenta..

De homens altos e caráter baixo..

De lucros expressivos mas relacionamentos rasos...

Mais lazer, mas menos diversão..

Maior variedade de tipos de comida, mas menos nutrição...

São dias de viagens rápidas, fraldas descartáveis, moralidade também descartável e pílulas que fazem tudo: alegrar, aquietar, matar...

 

 

 

 

Autor desconhecido.

 


publicado por Maria Glaene às 22:50
link do post | comentar | favorito

Amor, Fartura e Sucesso

Uma mulher saiu de sua casa e viu três homens com longas barbas brancas sentados em frente ao quintal dela. Ela não os reconheceu. Ela disse:

Acho que não os conheço, mas devem estar com fome.

Por favor entrem e comam algo.

- O homem da casa está? perguntaram.

- Não ela disse, está fora.

- Então não podemos entrar. Eles responderam.

A noite quando o marido chegou, ela contou-lhe o que aconteceu.

- Vá diga que estou em casa e convide-os a entrar.

A mulher saiu e convidou-os a entrar.

- Não podemos entrar juntos. Responderam.

- Por que isto ? Ela quis saber.

Um dos velhos explicou-lhe :

- Seu nome é Fartura. Ele disse apontando um dos seus amigos e mostrando o outro, falou:

- Ele é o Sucesso e eu sou o Amor.

E completou:

- Agora vá e discuta com o seu marido qual de nós você quer em sua casa.

A mulher entrou e falou ao marido o que foi dito.

Ele ficou arrebatado e disse:

- Que bom !

Ele disse :

- Neste caso. Vamos convidar Fartura.

Deixe-os vir e encher nossa casa de Fartura.

A esposa discordou :

- Meu marido, por que não convidamos o Sucesso ?

A cunhada deles ouvia do outro canto da casa.

Ela apresentou sua sugestão :

- Não seria melhor convidar o Amor ?

Nossa casa então estará cheia de amor.

- Atentamos pelo conselho da nossa cunhada.

Disse o marido para a esposa.

- Vá lá fora e chame o amor para ser nosso convidado.

A mulher saiu e perguntou aos três homens :

- Qual de vocês é o amor ?

Por favor entre e seja nosso convidado.

O amor levantou-se e seguiu em direção á casa.

Os outros dois levantaram-se e seguiram-no.

Surpresa a senhora perguntou-lhes:

- Apenas convidei o Amor, por que vocês entraram ?

Os velhos homens responderam juntos :

- Se você convidasse o Fartura ou o Sucesso, os outros dois esperariam aqui fora, mas se você convidar o Amor, onde ele for iremos com ele.

Onde há amor, há também Fartura e sucesso !!!

Nosso desejo para vocês :

Onde há dor, desejamos paz e perdão. Onde há dívidas próprias, desejamos confiança renovada em sua capacidade de lidar com elas. Onde há cansaço, ou exaustão, desejamos compreensão, paciência e força renovada. Onde há medo, desejamos amor e coragem.
 

 


publicado por Maria Glaene às 22:48
link do post | comentar | favorito

Homem ou Macaco?

 

 

Três macacos sentados num coqueiro discutindo sobre coisas de que ouviram dizer...

Disse um deles para os outros dois:

" Há um rumor de que pode ser verdade que os seres humanos descendem da nossa nobre raça.

Bem, essa idéia; é horrivel!

Nenhum macaco jamais desprotegeu sua fêmea ou deixou seus bebês famintos ou arruinou a vida deles.

E nunca ouviu-se dizer que alguma mãe macaca tivesse dado seus filhos para outra ou que alguma delas tivesse passado os filhos de uma para outra mãe, até que eles ignorassem de quem realmente eram filhos.

Há também uma outra coisa que nunca foi vista: Macacos cercando um coqueiro e deixando os côcos apodrecerem, proibindo outros macacos de alimentar-se, já que se a árvore fosse cercada a fome faria outros macacos nos roubarem.

Há ainda uma outra coisa que macacos jamais fizeram: Sair à noite para roubar, usando arma de fogo, porretes ou facas para tirar a vida de outros macacos.

Sim, os humanos descendem de uma espécie rude.

Mas, manos ... Com certeza eles não descendem de nós"
 

Silvia schmidt
 

 


publicado por Maria Glaene às 22:42
link do post | comentar | favorito

Paz perfeita

 

Havia um rei que ofereceu um grande prêmio ao artista que fosse capaz de captar numa pintura a paz perfeita.

Foram muitos os artistas que tentaram.

O rei observou e admirou todas as pinturas, mas houve apenas duas de que ele realmente gostou e teve de escolher entre ambas.

A primeira era um lago muito tranqüilo.

Este lago era um espelho perfeito onde se refletiam umas plácidas montanhas que o rodeavam.

Sobre elas encontrava-se um céu muito azul com tênues nuvens brancas.

Todos os que olharam para esta pintura pensaram que ela refletia a paz perfeita.

A segunda pintura também tinha montanhas.

Mas estas eram escabrosas e estavam despidas de vegetação.

Sobre elas havia um céu tempestuoso do qual se precipitava um forte aguaceiro com faíscas e trovões.

Montanha abaixo parecia retumbar uma espumosa torrente de água.

Tudo isto se revelava nada pacífico.

Mas, quando o rei observou mais atentamente, reparou que atrás da cascata havia um arbusto crescendo de uma fenda na rocha.

Neste arbusto encontrava-se um ninho.

Ali, no meio do ruído da violenta camada de água, estava um passarinho placidamente sentado no seu ninho...

Paz perfeita!

O rei escolheu a segunda e explicou:

"Paz não significa estar num lugar sem ruídos, sem problemas, sem trabalho árduo ou sem dor."

"Paz significa que, apesar de se estar no meio de tudo isso, permanecemos calmos no nosso coração."

Este é o verdadeiro significado da paz.

Autor Desconhecido
 

 


publicado por Maria Glaene às 22:37
link do post | comentar | favorito

O Princípio do Equilíbrio

 

Desrespeite-o e você sofre.

Para Aplicação em todos os aspectos da sua vida.

Você já deve ter ouvido falar de pessoas que têm problemas com excesso de trabalho.

Ou daqueles que têm problemas familiares ou de relacionamento.

Talvez seja você mesmo que no momento esteja com alguma dificuldade relacionada ao corpo, à namorada ou namorado, ao cônjuge, à escola, ao trabalho.

Pode ser que também já tenha visto casas ou quartos mal cuidados. Ou carros. Ou ainda pessoas com aparência desleixada e maltratada.

Boa parte desses problemas tem sua origem na não-observação de um princípio universal: o Equilíbrio.

É princípio porque é uma lei, uma diretriz que regula e orienta comportamentos e decisões. É universal porque se aplica a tudo.

O Princípio do Equilíbrio afirma que, onde quer que várias partes formem um todo (um sistema), devemos prestar atenção e nos dedicar a cada parte, sob pena de que tanto as partes não atendidas quanto o todo sofram ou tenham problemas por isso.

Por exemplo, se você estuda e tem 7 disciplinas e não se dedica devidamente a todas, isto irá afetar as disciplinas negligenciadas e todo o curso que está fazendo.

Se você tem 2 filhos e dá mais atenção a um, o outro sofrerá por isso, seja no futuro próximo ou no longo prazo, e a família pode ser afetada pelo problema.

Ainda na família, há interesses que são de seus membros e outros da família em si. A tentativa de fazer prevalecer interesses individuais em detrimento dos familiares pode provocar desavenças e brigas.

Se somente o interesse familiar predominar, os membros podem ser prejudicados. Entre marido e mulher, requerem equilíbrio fatores variados, como a distância (nem próximos nem distantes demais) e a possessividade.

Como ser humano, você tem corpo, mente e espírito. Se você se dedicar muito ao corpo e ao espírito, esquecendo a mente, será forte, integrado e irá se dedicar a outras pessoas, mas com poucos conhecimentos e outros recursos racionais. Sua nutrição requer alimentos, ar e prazer (fique sem para ver). A alimentação por si requer variação para ser equilibrada.

Mesmo o desenvolvimento do corpo requer equilíbrio.

Se você for para a academia e fizer peso para um só braço, ou desenvolver mais a parte muscular em detrimento da aeróbica, pode imaginar o que vai acontecer.

No nível mental, uma pessoa pode se desequilibrar dedicando mais atenção ao passado, às lembranças, e esquecer os planos. Pode ficar sonhando com futuros ou preocupando-se, e esquecer sua experiência.

Ou pode ainda planejar e lembrar-se, esquecendo-se de estar no presente e usufruir das coisas boas que conquistou. E as pessoas que parecem que tomam decisões baseadas somente em emoçôes?

Ou aquelas que parecem que são lógica pura? Tem também aquelas que só agem por necessidade, quando é preciso, enquanto que outras sabem temperar devidamente o "tenho que" com o "quero".

O desequilíbrio, como você pode ver, pode ocorrer em todos os níveis, do mais genérico ao mais específico, e portanto é crítico que saibamos lidar com eles, o que não é necessariamente complicado.

Observando o Princípio do Equilíbrio

Como se faz para observar o Princípio do Equilíbrio?

A base disso é simples: identificar as áreas de sua vida, verificar quais estão equilibradas e quais estão desequilibradas, para estas definindo objetivos e ações. Se forem várias, cabe também uma priorização: mais importantes primeiro.

No nível pessoal, isto pode incluir uma atividade física, um curso ou treinamento de vez em quando e 10 minutos de meditação, por exemplo.

No nível de relacionamento em geral, pode significar cuidar melhor de alguém ou tomar a iniciativa de fazer um contato. Na área familiar, pode ser uma simples decisão de estar com alguém por alguns minutos.

As ações que mantém o equilíbrio podem ser muito simples. Alguns contextos, como o de tomada de decisão, podem requerer auto-conhecimento e auto-exploração, antes da elaboração (e devida prática) de alternativas.
O equilíbrio muitas vezes resulta do cultivo e prática de certos valores, como coooperação, perdão e até hábitos perceptivos.
Na etiqueta chinesa, conforme me foi apresentada, há uma tradição de cada um manter a xícara do outro cheia de chá. Isto faz com que as pessoas, além de praticar o cuidar, também treinem o hábito de olhar de vez em quando para o ambiente e para o outro, ao invés de manter a atenção exclusivamente em si: "Ai, que fome!"

Você já deve ter notado que o Princípio do Equilíbrio abrange múltiplas dimensões da nossa existência, e portanto não pode ser ignorado.

Ignore-o e alguém vai acabar sofrendo, seja você ou alguém próximo a você. Deve ser por isso que recebemos um ensinamento que tem o equilíbrio como eixo: "Amai ao próximo como a ti mesmo".

Contextos de aplicação

A seguir, uma lista de sistemas e situações em que você pode aplicar o Princípio do Equilíbrio, incluindo as já mencionadas.

Pessoal

- Corpo, mente, espírito

- Aparência e conteúdo

- Físico, racional e emocional

- Cabeça, tronco, membros

- Passado (lembranças), presente (sensações, emoções) e futuro (planos)

- Nutrição (alimentos, ar, prazer)

- Alimentação (proteínas, carboidratos, etc.)

- Avaliação de qualidades e defeitos Escola

- Dedicação às disciplinas (aluno ou professor)

- Participação em grupos de trabalho

Familiar

- Pais em relação a cada filho

- Trabalho, família, si mesmo

- Marido, esposa e filhos

- Dedicação à casa e ao prédio ou condomínio

Trabalho

- Liderança: Pessoas, Objetivos, Recursos

- Produção, capacitação, descanso

- Reuniões: oportunidades de fala; informação, deliberação e decisão

- Relacionamento com chefes, colegas e outras pessoas

- Necessidades pessoais e do trabalho

Social

- Cuidados pessoais, com os outros e com o ambiente

- Contribuição para o bairro, a cidade, o país

Outros

- Para um site, equilíbrio na dedicação ao design, à estrutura, ao conteúdo, à divulgação, interatividade e outros aspectos.

- Correio eletrônico e computador em geral: uso, atualização, manutenção (Ah, aquelas 300 mensagens na caixa de saída...)

- Veículos: uso, manutenção, prevenção

- Cozinha: tempero na dose certa!

Conclusão

Uma senhora foi visitar parentes com um recém-nascido. Ao entrar na casa, estavam os pais, o bebê e a filha mais velha, de 4 anos.

A senhora cumprimentou os pais e, ignorando o bebê no colo da mãe, foi saudar a menina, para só então dedicar sua atenção ao bebê.

Em uma situação de desequilíbrio "natural", em que todas as atenções se voltam para o novo, essa senhora foi capaz de preservar o equilíbrio em relação à menina, o que considero um comportamento de grande sabedoria.

E quem quer um pouco mais de sabedoria e seus benefícios deve ter, com certeza, como parte do seu cotidiano, a intenção da busca por aquele pouco mais de equilíbrio, em cada momento e em cada dimensão importante da vida.

Virgílio Vasconcelos Vilela
 

 


publicado por Maria Glaene às 22:36
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Hoje me dei conta

. Dormir para sonhar

. Floresça

. A serpente e o vaga-lume

. A Rocha no Caminho

. " O ferreiro "

. Caixinha de Deus

. SE

. A verdadeira amizade

. Felicidade

.arquivos

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Fernando Pessoa

. A Corrente Da Felicidade

. Amiga Maldita

. Escolhe

. Eco da Vida

. Consertei o Mundo

. Milho Bom

. A piscina e a cruz

. Anos dourados...

. ***De todas as coisas que...

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub